Sala de Imprensa - USP – Universidade de São Paulo
E-mail: 
Fone:   +55 11 3091-3220 / 3300
Blog da USP - 20/09/2016 - Imprimir Imprimir

Mostra “100 Paulo Emílio” acontece até o dia 2/10, no Cinusp

Até o dia 2 de outubro, o Cinusp sedia a mostra de cinema “100 Paulo Emílio” em suas salas da Cidade Universitária e do Centro Universitário Maria Antonia, com filmes que foram analisados pelo crítico de cinema e professor da Escola de Comunicações e Artes (ECA), Paulo Emílio Sales Gomes, que completaria 100 anos em 2016. Entre as obras estão títulos de diretores como Jean Vigo, Glauber Rocha, Charles Chaplin, Humberto Mauro, Andrea Tonacci e Jean Renoir, muitos em cópias 35 mm restauradas. A mostra também é exibida no CineSesc e na Cinemateca.

Estão programadas sessões especiais com debates após exibição de filmes, sempre às 19h. No dia 27/09, após a exibição de alguns curtas do diretor brasileiro Humberto Mauro, haverá um debate com o professor Eduardo Morettin. Já a visão que Paulo Emílio tinha sobre o cinema será discutida com o professor Carlos Augusto Calil depois da exibição de “O Pagador de Promessas”, na quarta-feira, dia 28/09. Por fim, a questão do subdesenvolvimento na obra de Paulo Emílio será analisada pelo professor Ismail Xavier no dia 29/09, após exibição do curta-metragem “ZéZero”.

As sessões são gratuitas e acontecem na Cidade Universitária, de segunda a sexta-feira, às 16h e às 19h; e no Centro Universitário Maria Antonia, aos sábados e aos domingos, às 16h e às 20h. A sala do Cinusp na Cidade Universitária fica na Rua do Anfiteatro, 181, Colmeia, Favo 4, e a sala Maria Antonia está localizada na Rua Maria Antônia, 294 – Consolação, São Paulo.

Confira a programação completa da mostra no site do Cinusp. Mais informações pelo telefone: (11) 3091-3540 ou por e-mail: cinusp@usp.br.

(Com informações do Cinusp)

Cinusp 100 Paulo Emilio

•  •  •  •

Deixe um comentário

Política de moderação de comentários

Este blog reserva-se o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou outros princípios da boa convivência. Dessa forma, serão suprimidos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa ou falsidade ideológica.