Sala de Imprensa - USP – Universidade de São Paulo
E-mail: 
Fone:   +55 11 3091-3220 / 3300
Blog da USP - 01/12/2016 - Imprimir Imprimir

Nota de falecimento da professora do IB, Berta Lange de Morretes

Foto 03

Berta Lange de Morretes em sua sala no Instituto de Biociências, em 2011

Faleceu na tarde de ontem, dia 30 de novembro, a professora aposentada do Instituto de Biociências (IB), Berta Lange de Morretes, aos 99 anos. O velório será realizado nesta quinta-feira, dia 1º de dezembro, a partir das 8h, no Cemitério Crematório Horto da Paz e a cerimônia de cremação será realizada no mesmo local, às 14h.

Nascida em Iffeldorf (Alemanha), em 28 de junho de 1917, Berta mudou-se com a família para Curitiba ainda criança. O primeiro contato com a USP foi em 1935, quando o pai, Frederico Lange de Morretes, foi convidado a ocupar o cargo de pesquisador do Departamento de Zoologia do Museu Paulista e, pouco tempo depois, tornou-se professor da recém-criada Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras (FFCL). Em 1938, Berta e a irmã Ruth decidiram fazer parte da primeira turma do curso de Ciências Naturais oferecido pela FFCL.

Formou-se em 1941 e foi convidada a permanecer na Universidade como pesquisadora e professora, participando ativamente da construção do atual Instituto de Biociências, principalmente do Departamento de Botânica. Especialista na área de Anatomia Vegetal, desenvolveu pesquisas relacionadas aos temas de morfologia, anatomia foliar e cerrado.

Em 2009, a professora foi uma das homenageadas na sessão solene que marcou as comemorações pelos 75 anos da Universidade. Berta foi agraciada com uma escultura que reproduz a Praça do Relógio, em reconhecimento ao seu esforço para a consolidação da excelência da Universidade. Na ocasião, ela agradeceu à USP “por tudo aquilo que me proporcionou, desde o meu ingresso até os dias de hoje”.

Mesmo aposentada desde 1988, Berta continuou dando aulas no Departamento de Botânica até 2013, além de desenvolver um estudo sobre o efeito das radiações ionizantes na estrutura dos órgãos das plantas.

O Cemitério Horto da Paz está localizado na Rua Horto da Paz, 191, Potuvera, em São Paulo.

(Foto: Ernani Coimbra)

•  •  •  •

8 Comentários para Nota de falecimento da professora do IB, Berta Lange de Morretes

  1. 1 de dezembro de 2016 às 13:39 | Permalink

    A Dra. Berta foi minha primeira professora quando do meu ingresso como aluno do recém-criado Instituto de Biociências, em 1970. Ministrava aulas de Morfologia Vegetal, disciplina hoje extinta. Tinha um grande respeito e admiração por ela, oriunda, da “velha” safra de catedráticos da USP. Outros tempos… RIP

  2. Welington Delitti's Gravatar Welington Delitti
    1 de dezembro de 2016 às 15:32 | Permalink

    A Profa Berta foi um exemplo de dedicação à ciência e ao ensino. Pioneira em pesquisa de anatomia ecológica, deixa conhecimentos, discípulos e exemplos importantes para as gerações futuras. RIP

  3. Mizue irizawa's Gravatar Mizue irizawa
    1 de dezembro de 2016 às 17:56 | Permalink

    Dra. Berta foi orientadora da minha Tese de Doutorado sobre Cochlospermum regium, planta típica de cerrado. Durante horas de trabalho, convívio, ela me transmitiu conhecimento botânico, mas também valores morais muito importantes para a formação de cidadão.

  4. Sandra Zorat's Gravatar Sandra Zorat
    2 de dezembro de 2016 às 8:57 | Permalink

    Tive a incrível oportunidade de ter uma aula com a Profa. Berta Lange de Morretes. Quando cursei o bacharelado no IBUSP ela já era aposentada e dava aulas esporádicas no curso de Anatomia Vegetal. Que pessoa, profissional e professora incrível.
    Obrigada Professora pelo seu exemplo de dignidade, dedicação e pioneirismo; que seu exemplo possa ser lembrado, admirado e seguido. Descanse em paz.

  5. Maria de Lourdes Abruzzi Aragão de Oliveira's Gravatar Maria de Lourdes Abruzzi Aragão de Oliveira
    2 de dezembro de 2016 às 18:37 | Permalink

    Pessoa, professora e pesquisadora admirável sua presença era sempre aguardada nos Congressos de Botânica. A Botânica brasileira sentirá sua falta.

  6. Cesar Martins Chagas's Gravatar Cesar Martins Chagas
    3 de dezembro de 2016 às 13:29 | Permalink

    Devo muito à Dra.Berta.
    Foi orientadora da minha tese de Doutorado. Mesmo após o término de minhas atividades, mantive contato constante com ela.Quis o destino que eu estivesse em sua casa no momento de sua partida

  7. Francisca Gil Gil's Gravatar Francisca Gil Gil
    4 de dezembro de 2016 às 11:22 | Permalink

    Eu tive a oportunidade de conhecer e fazer alguns cursos com a Dra Berta, um exemplo de pessoas, de cientista e de professora. Dedicação amoroso, uma pessoa incrível. Fará falta nesse mundo. Deixa saudades e exemplos a ser seguido.

  8. José Eduardo Bicudo's Gravatar José Eduardo Bicudo
    7 de dezembro de 2016 às 4:05 | Permalink

    A Profa. Berta foi uma notável professora de Botânica, além de renomada pesquisadora nesta área. O que mais me marcou nas suas excelentes aulas foi o respeito com o qual sempre tratou seus alunos, dentro e fora das salas de aulas e laboratórios. Na docência, a sua missão não era apenas ensinar, mas certificar-se de que os alunos de fato aprendiam. Os conteúdos de suas aulas eram sempre permeados por estórias vividas por ela nas suas andanças pelo Brasil e mundo afora, tornando tudo ainda mais interessante e estimulante. A sua contribuição para a Universidade de São Paulo é inestimável e deixará marcas inapagáveis.

Deixe um comentário

Política de moderação de comentários

Este blog reserva-se o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou outros princípios da boa convivência. Dessa forma, serão suprimidos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa ou falsidade ideológica.