Universidade de São Paulo - Agência USP de Cooperação Acadêmica Nacional e Internacional

Agência USP de Cooperação Acadêmica Nacional e Internacional

Universidade de São Paulo

Mobilidade USP

Vagas de Intercâmbio

Vagas de intercâmbio acadêmico em Instituições de Ensino Superior (IES) estrangeiras são oferecidas aos estudantes de graduação da USP por meio de processos seletivos conduzidos por suas Unidades de Ensino e Pesquisa e pela Aucani. A oferta de vagas está condicionada à existência de convênio acadêmico vigente e à confirmação de disponibilidade de vagas pela parte estrangeira, consultada periodicamente a esse respeito. Os convênios acadêmicos bilaterais são firmados diretamente no âmbito das Unidades USP de Ensino e Pesquisa ou por interveniência geral da Reitoria da USP, representada pela Aucani. As instruções abaixo são válidas para os processos seletivos conduzidos pela Aucani. Para outras informações sobre processos de seleção, consulte instruções gerais ou entre em contato diretamente com a Comissão local responsável pelas relações internacionais (CCInt, CRInt, etc) de sua unidade.

 

Processos seletivos da Aucani

Os processos seletivos para concessão de vagas de intercâmbio oriundas de convênios acadêmicos da Aucani são realizados por meio de editais disponibilizados na área pública do Sistema Mundus (https://uspdigital.usp.br/mundus/), opção Editais > Alunos de Graduação > Editais (não é necessário login, inclusive para inscrição), sob responsabilidade da AUCANI – Agência USP de Cooperação Acadêmica Nacional e Internacional.

Para participação, o(a) estudante deverá atender, na íntegra, aos requisitos gerais e específicos de cada edital. Quando exigidos, deverão ser utilizados os seguintes modelos obrigatórios:

Contrato de Estudos
Carta de Motivação

Além de informações sobre a IES, país e cidade em que pretende realizar o intercâmbio, é importante que o(a) estudante faça o levantamento prévio da documentação obrigatória a ser enviada à IES estrangeira, que não necessariamente é exigida em edital, mas será necessária para a efetivação da inscrição. O(a) candidato(a) deverá providenciá-la de antemão, a fim de evitar prejuízos em relação aos prazos para sua apresentação tempestiva. Em caso de aprovação em edital da Aucani, o(a) estudante será considerado(a) pré-selecionado(a).

 

Antes do intercâmbio

Caso você tenha sido pré-aprovado(a) pela Aucani para a realização do intercâmbio, deverá começar a tomar as devidas providências para que tudo ocorra sem imprevistos.

Após a nomeação do(a) estudante pré-selecionado(a), será necessário, ainda, que o(a) estudante realize sua inscrição conforme instruções informadas pela IES estrangeira de acolhimento. A IES estrangeira analisará a documentação recebida e se reserva o direito de proceder em desacordo com a pré-seleção conduzida pela USP, sobretudo se as recomendações para a verificação de critérios de elegibilidade e elaboração do contrato de estudos, bem como prazos e condições não houverem sido observados.

Em caso de admissão por parte da IES estrangeira, o(a) estudante receberá uma Carta de Aceite e, somente após seu recebimento, deverá iniciar os trâmites relacionados à obtenção do visto apropriado, compra de passagem aérea, contratação de seguro etc., de acordo com instruções dadas pela instituição de acolhimento.

Imediatamente após o recebimento da Carta de Aceite, o estudante admitido deverá anexá-la ao Sistema Mundus por meio de link(s) automático(s) disparado(s) regularmente ao endereço de e-mail institucional da USP para pronto registro de sua mobilidade pela CCInt/CRInt da Unidade USP de origem. O registro da mobilidade mantém regularizada a situação do(a) intercambistas no Sistema Mundus mediante registro da mobilidade gerada e, no Sistema JúpiterWeb, mediante inclusão do registro “cursando disciplinas no exterior” no histórico escolar, a ser realizado pela respectiva Seção de Alunos de Graduação, sem necessidade, portanto, de trancamento da matrícula. Caso seja período de matrícula, e a mobilidade não tenha sido gerada, o(a) estudante deverá efetivar sua interação no JúpiterWeb normalmente, e o registro da mobilidade será regularizado oportunamente.

O(a) estudante deverá cumprir, antes e depois de sua chegada ao país de destino, todas as normas e condições estabelecidas pela IES estrangeira para efetivação de sua matrícula e melhor aproveitamento do intercâmbio.

 

Durante o intercâmbio

Caso haja quaisquer alterações no Contrato de Estudos, em virtude de inclusão, exclusão ou substituição de disciplinas previamente avalizadas, o(a) intercambista deverá colher nova assinatura de docente membro da Comissão de Graduação (CG) de sua unidade USP de origem ou de representante devidamente autorizado(a) no âmbito da unidade, conforme as normas vigentes.

Em casos excepcionais, o(a) estudante poderá consultar a Aucani com a devida antecedência sobre a possibilidade de prorrogação de sua estadia já iniciada, cuja autorização estará condicionada à disponibilidade da vaga e ao crivo tanto da Aucani como da Unidade USP de origem, bem como ao desempenho acadêmico satisfatório, a ser aferido por meio da documentação emitida pela parte estrangeira. Para mais informações, consulte instruções gerais.

 

Após o intercâmbio

RECONHECIMENTO DOS CRÉDITOS OBTIDOS NO EXTERIOR

Ao término do período de intercâmbio, a IES estrangeira emitirá histórico escolar contendo a relação de disciplinas e/ou atividades realizadas, ementas e/ou relatório(s), bem como conceitos de aproveitamento (notas/menções) e frequência do estudante (ou equivalente).

A CCInt/CRInt da Unidade USP de origem do estudante deverá anexar ao Sistema Mundus cópia do histórico escolar (ou equivalente) fornecido pela IES estrangeira para finalização do registro de mobilidade no exterior.

Em posse do histórico escolar (ou equivalente) emitido pela IES estrangeira, o(a) estudante deverá verificar no âmbito de sua unidade (CCInt/CRInt) os trâmites necessários para requerer aproveitamento das disciplinas cursadas no exterior, sejam como optativas do curso na USP ou como equivalente(s) à(s) disciplina(s) obrigatória(s) do curso regular, a critério da Comissão de Graduação e ouvido o Departamento

Referências

Resolução CoG Nº 4605/1998, alterada pela Resolução CoG Nº 4974/2002.