Universidade de São Paulo - Brasil

Agência USP de Cooperação Acadêmica Nacional e Internacional

Internacional

Equivalência de créditos e notas

Atualmente não existe padronização na transferência de créditos entre as instituições de ensino superior no Brasil. As normas federais introduzidas pelo Conselho Nacional de Educação estipula um tempo mínimo de estudos obrigatório para a conclusão de cursos de graduação, sejam os de bacharelado ou de licenciatura, enquanto, em cursos de pós-graduação, o tempo mínimo é estipulado pelos programas responsáveis, todos devidamente credenciados pelas autoridades nacionais competentes.

Os requisitos mínimos em termos de carga total de horas-aula e horas-trabalho são estipulados individualmente para cada curso ou grupos de cursos semelhantes entre si. Isto se reflete diretamente na considerável variação entre cursos e pode resultar na diferença de cargas horárias a serem cumpridas por estudantes que frequentem os mesmos cursos, porém, oferecidos em campi diferentes, por exemplo, Direito e Administração em São Paulo e Ribeirão Preto, Arquitetura em São Paulo e São Carlos, etc.

Ao estimar o número de créditos, ou equivalente, a ser atribuído pela instituição de origem, o(a) estudante e/ou Coordenador(a) de intercâmbio deve(m) levar em consideração a duração do curso, os resultados de aprendizado esperados e o número médio de créditos que estudantes devem acumular por semestre, o que varia substancialmente entre diferentes cursos e pode variar, também, entre os mesmos cursos oferecidos em diferentes campi, como mencionado acima. Como a USP opera de modo bastante descentralizado, faculdades que oferecem os cursos de interesse de estudantes de intercâmbio devem ser tomadas como ponto de referência ao ser estimada a carga total de créditos recomendada, que se espera que o aluno acumule por semestre, haja vista que estudantes de intercâmbio podem frequentar cursos oferecidos por diversas faculdades dentro de um mesmo semestre, contanto que estejam localizadas próximas umas das outras (no mesmo campus ou mesma cidade).

Sob circunstâncias normais, não é permitido que estudantes se matriculem em disciplinas cuja carga total de créditos seja inferior a 12 ou superior a 40 horas por semana, sejam elas correspondentes a créditos-aula ou créditos-trabalho. A duração de um semestre também pode variar entre cursos, mas, tipicamente, um semestre consiste de 15 semanas (Atenção: há diversos cursos de curta duração oferecidos em algumas faculdades dentro de um único semestre, sobretudo em medicina e ciências da vida em geral). Algumas faculdades requerem que estudantes de graduação se matriculem em um número mínimo de disciplinas/créditos por semestre, geralmente, 12 créditos (ver Sistema de Créditos), enquanto, na pós-graduação, não existe tal restrição. A depender do curso, estudantes normalmente acumulam entre 16 e 24 créditos por semestre. Questões específicas sobre esquemas de atribuição de créditos devem ser direcionadas ao Escritório de Relações Internacionais Local do(a) respectivo(a) Faculdade/Escola/Instituto anfitriã(o) na USP. Note que, como o sistema de atribuição de créditos varia consideravelmente entre cursos/faculdades, Coordenadores de Intercâmbio de instituições do exterior não devem realizar a equivalência de créditos de maneira sistemática, caso o(a) estudante de intercâmbio frequente disciplinas pertencentes a diferentes cursos, o que constitui uma prática comum entre intercambistas.

Ver também Sistema de CréditosSistema de Notas e Estrutura de Ensino Superior.