contato

agenda

icons
site evento palhacos

Três grandes artistas circenses do passado acidentalmente se reencontram, depois de muitos anos, na antessala de uma agência de empregos. Eles sabem que somente um será escolhido.
Suas amizades, memórias, segredos, pequenezas e vilanias ficam então expostos, criando, dessa maneira, uma ode ao ofício do ator e uma profunda reflexão sobre os fundamentos filosóficos da carreira artística.

A sala de espera desse teste, que nunca acontece, se revela um não-lugar, um limbo onde as três figuras se vêem condenadas a rever suas escolhas éticas e estéticas num exercício infindo de reflexão sobre a resiliência do artista, a urgência da Arte e a sacralidade do ofício.

Da¬†obra do romeno Matei ViŇüniec,¬†Adeus, Palha√ßos Mortos!¬†√© o mais novo trabalho da companhia Academia de Palha√ßos. Um espet√°culo contempor√Ęneo e provocativo, que problematiza o pr√≥prio fazer art√≠stico,¬†com a dire√ß√£o e adapta√ß√£o de Jos√© Roberto Jardim.

Fundada por atores oriundos do curso de artes cênicas da Unicamp, a Academia de Palhaços completa em 2016 nove anos de uma trajetória em pesquisa e produção teatral continuada. A companhia iniciou-se de uma investigação cênica sobre o palhaço de picadeiro brasileiro e, em seus dez espetáculos, transitou pelo universo do ator popular. Cinco destes espetáculos eram realizados sobre uma Kombi-Palco que, em 2015, se incendiou e queimou cenários, figurinos, palco e equipamentos.

Diante da cat√°strofe, a companhia viu seu pr√≥prio fim: dois de seus integrantes desistiram do teatro e os tr√™s restantes, La√≠za Dantas, Paula Hemsi e Rodrigo Pocid√īnio, tiveram de lidar com um inevit√°vel fim/recome√ßo de ciclo. Essa necessidade de reinven√ß√£o fez com que a companhia convidasse o diretor Jos√© Roberto Jardim para reler sua trajet√≥ria art√≠stica a partir de outras lentes. Em resposta ao chamado, o diretor traz o texto Um Trabalhinho Para Velhos Palha√ßos¬†de Matei ViŇüniec, que trata justamente de tr√™s artistas circenses diante do fim de suas exist√™ncias, de suas carreiras e da Arte ‚Ästmet√°fora perfeita para aquele momento de fim/recome√ßo da Academia de Palha√ßos.

Se o original romeno remete √† com√©dia do absurdo, ao estilo do¬†conterr√Ęneo¬†e Eug√®ne Ionesco,¬†a adapta√ß√£o ‚Ästassinada por Jos√© Roberto Jardim ‚Ästessencializa o texto, universaliza muitas de suas quest√Ķes e deixa suas contradi√ß√Ķes mais aparentes. O resultado √© um √°cido mergulho existencial sobre o fazer art√≠stico, potencializado por uma encena√ß√£o minimalista,¬†de elementos reduzidos.

Texto original Matei ViŇüniec Dire√ß√£o e adapta√ß√£o Jos√© Roberto Jardim Elenco La√≠za Dantas, Paula Hemsi e Rodrigo Pocid√īnio Dire√ß√£o musical e trilha sonora original ao vivo Tiago de Mello Cenografia e V√≠deo-Instala√ß√£o BijaRi Figurino Lino Villaventura Visagismo Leopoldo Pacheco Ilumina√ß√£o Paula Hemsi e Jos√© Roberto Jardim¬†Dire√ß√£o de produ√ß√£o¬†Carol Vidotti Assessoria de imprensa Pombo Correio¬†Fotografia L√≠gia Jardim e Victor Iemini Suporte institucional¬†Cooperativa Paulista de Teatro Patroc√≠nio Programa Municipal de Fomento ao Teatro para a Cidade de S√£o Paulo Realiza√ß√£o Academia de Palha√ßos

10 ago a 22 set 2016 | qua/qui, 21h
(n√£o haver√° apresenta√ß√Ķes nos dias 31 ago e 01 set)
70 minutos | 12 anos | apresenta√ß√Ķes gratuitas

Fotos de Victor Iemini