contato

agenda

icons
outros

Corra como um Coelho acompanha três figuras em um elegante cenário de gabinete entulhado de pratarias, quadros e bichos empalhados: uma dondoca pós-moderna de tendências suicidas, um estrangeiro ingênuo com rompantes de violência e um rapaz misteriosamente ferido.

Em passagens fren√©ticas pelo palco, proclamam discursos tragic√īmicos, se atravessam e se debatem¬†com paix√£o e viol√™ncia¬†para realizar suas narrativas, transformando a cena em um verdadeiro labirinto, tentando n√£o naufragar o espet√°culo por completo.

‚ÄúAcredito que Corra como um Coelho foi nosso primeiro passo explorando o fracasso como tema e encena√ß√£o. E uma revela√ß√£o dos nossos desejos de explorar a linguagem visual que caracteriza boa parte da nossa trajet√≥ria: cen√°rios de gabinete, a constru√ß√£o de um espa√ßo dentro da caixa preta, um tentativa de se recriar algo real mas de algum jeito escancarando o simulacro. Quem capitaneou essas pesquisas de cen√°rio foi o Tom√°s Decina, respons√°vel pela identidade visual do grupo e ator, criador. Fizemos esse espet√°culo quando sa√≠mos da universidade, est√°vamos cheios de perguntas sobre como seria sobreviver de teatro e como ele √© apaixonante e terr√≠vel. √Č um espet√°culo sobre a tentativa de se fazer um espet√°culo.‚ÄĚ ‚Äď diz Carolina.

Segundo espet√°culo da Cia. dos Outros, Corra como um Coelho¬†contou com a orienta√ß√£o de Ant√īnio Ara√ļjo e colabora√ß√£o de Jos√© Fernando Azevedo (Teatro de Narradores). Estreou em 2009 no SESC Av. Paulista, no projeto Primeiro Sinal. Em seguida foi contemplado pelo Pr√™mio Funarte Myriam Muniz de circula√ß√£o. Foram cinco cidades em diferentes estados do pa√≠s: Bar√£o Geraldo, Curitiba, Porto Alegre, Belo Horizonte e Rio de Janeiro. Em 2010,¬†Corra como um Coelho¬†fez temporada no Rio de Janeiro no Teatro do Planet√°rio e em S√£o Paulo, aqui no TUSP.

Estas apresenta√ß√Ķes de¬†Corra como um Coelho¬†fazem parte da¬†mostra de repert√≥rio¬†Tudo que Pode Dar Errado: Dez Anos de Cia. dos Outros, com a qual o grupo teatral paulistano celebra seu anivers√°rio retornando ao palco do Teatro da USP.

Criação Carolina Bianchi, Fernanda Camargo, Tomás Decina e Pedro Cameron
Direção Fernanda Camargo
Atores Carolina Bianchi, Tom√°s Decina e Pedro Cameron
Duração 70 min
Classificação Livre
Foto Maria Tuca Fanchin